11:10 07 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Cartaz com Angela Merkel em uma das ruas de Berlim na véspera das eleições parlamentares alemãs

    Merkel inicia negociações para formar coalizão

    © Sputnik / Grigoriy Sisoev
    Europa
    URL curta
    205
    Nos siga no

    Duas semanas depois de vencer as eleições alemãs, mas perder participação no Parlamento, a chanceler Angela Merkel começa neste domingo (9) as negociações para montar sua coalizão.

    O ponto mais polêmico será a questão dos refugiados. Merkel permitiu a entrada de mais de 1 milhão de refugiados em território alemão nos últimos dois anos.

    A presença destes imigrantes foi um dos pontos centrais na ascensão do partido de direita nacionalista Alternativa para Alemanha (AfD, na sigla em alemão).

    A primeira reunião de Merkel será com representantes do partido União Social-Cristã, cujo líder, Horst Seehofer, é um dos maiores críticos da política migratória da atual chanceler. Seehofer defende que um teto máximo de 200 mil refugiados por ano seja estabelecido. Já Merkel considera o estabelecimento de um teto "inconstitucional".

    É possível que Seehofer busque radicalizar seu discurso após a União Social-Cristã perder participação no Parlamento para a Alternativa para Alemanha, que será a quarta maior força parlamentar. 

    Em discurso na cidade de Dresden no sábado, Merkel disse que as negociações seriam "difíceis".

    Mais:

    Especialista: conflito entre EUA e Alemanha pode deflagrar por causa de apenas um fuzil
    Blairo Maggi visitará Rússia e Alemanha
    Começa o julgamento de líder do Daesh na Alemanha
    Ex-chanceler da Áustria felicita Merkel por vitória na Alemanha
    Partido de Angela Merkel vence eleições parlamentares na Alemanha, aponta projeção
    Tags:
    CDU, AfD, Horst Seehofer, Angela Merkel, Alemanha
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar