13:13 05 Dezembro 2020
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    11116
    Nos siga no

    Os 'todo-poderosos' hackers russos seguem controlando a política internacional, segundo alguns jornais espanhóis, como o El País, que publicou nesta quinta-feira, 28, uma matéria com o título nada sutil - "Hackers russos ajudam a manter ativa a web do referendo".

    A publicação acusou os hackers da Rússia e dos seus "países satélite" de apoiar os sites que publicam matérias relacionadas ao referendo sobre a independência da Catalunha, planejado para o próximo dia 1 de outubro.

    O governo espanhol está bloqueando as páginas com o conteúdo relacionado ao referendo, mas os simpatizantes da inicativa seguem publicando novos sites no ar, com informação a respeito da votação.

    O Partido Pirata da Catalunha desmentiu qualquer "colaboração" russa.

    Dario Castané, membro do Partido Pirata, afirmou à emissora russa RT não acreditar "nessas teorias que os diários como El País estão difundindo", da mesma forma que não acredita que o Kremlin esteja ajudanto os entusiastas da independência da região.

    Além disso, o político negou que o seu partido teria tido qualquer contato com hackers russos e assegurou que "as únicas pessoas que têm colaborado são as dos partidos piratas europeus".

    Não é a primeira vez durante as últimas semanas que o jornal espanhol acusa a Rússia de interferência no "processo catalão". Em uma de suas recentes publicações, o El País assinalou que a imprensa russa era a ferramenta de Kremlin "para debilitar os Estados Unidos e a União Europeia". Moscou, obviamente, negou as acusações.

    Mais:

    Espanha não acredita na interferência russa na Catalunha
    Rússia nega alegações de envolvimento em referendo da Catalunha
    Por quais motivos a União Europeia pode reconhecer a independência da Catalunha?
    Catalunha convoca referendo unilateral rumo à independência
    Tags:
    referendo, independência, hackers, hackers russos, Referendo de Independência na Catalunha, Partido Pirata da Catalunha, Dario Castané, Rússia, Catalunha, Espanha
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar