17:32 21 Outubro 2017
Ouvir Rádio
    Caça F-16 da Força Aérea da Noruega (foto de arquivo)

    Relatório oficial revela por que F-16 norueguês atacou torre com pessoas durante manobras

    © AFP 2017/ Trond Hoeyvik/Scanpix Norway
    Europa
    URL curta
    1154501

    Foi divulgado um relatório oficial dedicado à investigação do incidente envolvendo um avião de combate F-16 norueguês que, durante os treinamentos, metralhou erroneamente uma torre de observação quase matando três oficiais que se encontravam lá.

    A investigação oficial foi iniciada em 2016, imediatamente após um avião de guerra, pertencendo à Real Força Aérea Norueguesa, durante uma simulação de ataque na ilha desabitada de Tarva, situada ao largo do litoral oeste do país, abriu fogo com seu canhão M61 Vulcan sobre o que o piloto acreditava ser o alvo. O relatório final apontou para quatro razões principais explicando a falha durante os exercícios.

    No total, 40 disparos com munição real foram realizados durante o incidente que ocorreu em 13 de abril de 2016, quando cinco dos projéteis de 20 mm atingiram a torre de controle. Três militares que estavam dentro dela não foram atingidos por centímetros.

    A luz estava ligada

    De acordo com o relatório, acredita-se que a luz ligada dentro da torre durante a simulação de ataque tivesse confundido o piloto, que achou que a torre era o alvo.

    Também foram mencionadas questões sobre a complexidade da tarefa realizada pelo piloto, a experiência dele e os preparativos iniciais para os exercícios.

    A investigação sugeriu que não foram seguidos os procedimentos apropriados para fazer fogo durante exercícios noturnos.

    "Com a base nas conclusões e recomendações de segurança indicadas no relatório, é claro que este incidente grave não está diretamente ligado a um indivíduo e poderia ter ocorrido com outros militares no cockpit. A Real Força Aérea Norueguesa leva em consideração as lições fornecidas pelas observações indicadas na investigação", disse o major Stian Roen, chefe de comunicação da Real Força Aérea Norueguesa.

    Não era a primeira vez quando ocorreu um incidente durante exercícios aéreos envolvendo a Real Força Aérea Norueguesa.

    Um incidente similar aconteceu em 2009, quando caças F-16 dispararam por engano contra a mesma torre, mas dessa vez também ninguém ficou ferido.

    Mais:

    Opinião: Noruega está intensificando ativamente 'armaduras' da OTAN
    Noruega revela primeiro navio de carga não tripulado (VÍDEO)
    Saiba por que a fauna da Noruega está em perigo
    Tags:
    incidente, F-16, investigação, avião, relatório, Noruega
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik