02:10 13 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Soldados ucranianos perto de um tanque nas posições perto da cidade de Mariupol, em Donbass

    Para Donetsk, ajuda militar norte-americana incentivará agressão de Kiev em Donbass

    © AP Photo / Vadim Ghirda
    Europa
    URL curta
    505
    Nos siga no

    Qualquer ajuda militar da parte dos EUA será entendida por Kiev como um incentivo para continuar combates em Donbass, ao invés de regular o conflito de modo pacífico, de acordo com o comando operacional da República Popular de Donetsk.

    "Este dinheiro será destinado à guerra, não a prestações sociais. Será destinado somente à guerra. Isso significa que o número de vítimas em nosso território pode aumentar", sublinhou o vice-chefe do comando operacional de Donetsk, Eduard Basurin.

    Hoje (19), o presidente ucraniano, Pyotr Poroshenko, comunicou que o Senado estadunidense aprovou alocação de US$ 500 milhões para Kiev. Segundo ele, este dinheiro será destinado também a "entregas de armas letais de caráter defensivo".

    Comentando as palavras de Poroshenko, o Kremlin disse que não sabe nada sobre a decisão do Senado norte-americano e que Washington não fez declaração alguma.

    Durante os últimos três anos, as autoridades ucranianas esperam receber armas letais dos EUA. No momento, Washington está prestando ajuda militar à Ucrânia, mas apenas em forma de munições e equipamentos, assim como através do treinamento dos soldados da Guarda Nacional da Ucrânia.

    Mais:

    Político: Ucrânia quer 'opção iugoslava' em Donbass
    EUA querem tropas da ONU na fronteira entre Rússia e Ucrânia
    Ucrânia estará preparando novas provocações em Donbass?
    Tags:
    agressão, armas letais, ajuda financeira, ajuda militar, Senado dos EUA, Kremlin, Pyotr Poroshenko, EUA, República Popular de Donetsk, Donbass, Leste da Ucrânia, Ucrânia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar