02:08 20 Novembro 2017
Ouvir Rádio
    EUA contra Rússia

    Quem é agressor mundial, a Rússia ou os EUA?

    © Sputnik/ Alexey Filippov
    Europa
    URL curta
    552660242

    O ator alemão Til Schweiger exorta à normalização das relações bilaterais entre a Alemanha e a Rússia e explica por que pode votar pelo Partido Liberal-Democrata (FDP), que apela ao levantamento das sanções contra a Rússia e ao reconhecimento da reintegração da Crimeia.

    "Tenho amigos russos que sofrem devido ao conflito e às sanções. Acho injusto que a economia norte-americana beneficie quando introduzimos sanções contra as empresas russas", indicou Til Schweiger em uma entrevista ao jornal Rheinsche Post

    O ator sublinhou que concorda com a posição do presidente do FDP, Christian Lindner, que apelou a adiar a questão da Crimeia se a Alemanha quer melhorar as relações com a Rússia. 

    "As boas relações com a Rússia são do nosso interesse, enquanto as sanções só servem aos interesses dos EUA. Aprecio o fato de alguém ter dito isso finalmente", acrescentou ele. 

    Ele sublinhou que a mentalidade russa é muito mais próxima da dos alemães do que a dos EUA. 

    "Quantas guerras declarou a Rússia após a Segunda Guerra Mundial e quantas declararam os EUA? Quem tem mais bases militares? Quem é agressor ao nível mundial? Ninguém apelou à introdução de sanções quando os EUA invadiram o Iraque e assim desestabilizaram o Oriente Médio na sua integridade", sublinhou Schweiger ao Rheinsche Post.

    A Crimeia se tornou território russo após o referendo realizado em 16 de março de 2014, quando mais de 96% da população da península votaram a favor da reunificação com a Rússia. 

    Esta consulta popular foi organizada após o golpe de Estado de fevereiro de 2014 na Ucrânia, quando os nacionalistas e apoiadores da integração europeia chegaram ao poder em Kiev. 

    Mais:

    Crimeia pode ser reconhecida como parte da Rússia por Parlamento da Alemanha Oriental
    'EUA apresentam Pyongyang como inimigo do mundo, mas sabemos quem é o verdadeiro agressor'
    Tags:
    agressão, posição, referendo, opinião, relações bilaterais, política, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik