20:58 27 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    260
    Nos siga no

    Apesar da intenção dos Estados Unidos de aumentar o número de suas tropas no Afeganistão, a Alemanha não pretende fazer o mesmo.

    A ministra da Defesa do país europeu, Ursula von der Leyen, comentou o assunto nesta terça-feira (22).

    "Nós aumentamos nosso número de tropas em 18% no ano passado, enquanto outros cortaram [o número de tropas]", disse Leyen em evento no norte da Alemanha. "Então, não nos vemos na primeira fila de pessoas que deveriam ser convidadas a contribuir com mais soldados."

    Apesar da negativa da ministra da Defesa, ela ressaltou a importância do comprometimento do presidente dos EUA, Donald Trump, com a missão estadunidense no Afeganistão. 

    O republicano afirmou durante a campanha que pretendia sair da guerra do Afeganistão, mas voltou atrás e disse na segunda que irá aumentar a missão militar do Oriente Médio. "Nossas tropas vão lutar para vencer", disse Trump.

    A expectativa é de que mais mais 4 mil soldados sejam enviados para o Afeganistão. Hoje, o corpo militar no país é de cerca de 8.400 militares.

    Mais:

    Pyongyang 'ataca Guam' e mostra Trump entre lápides em um vídeo propagandístico
    Donald Trump: EUA não irão usar exército para estabelecer democracia no mundo
    Talibã condena decisão de Trump e promete continuar com jihad
    Trump anuncia aumento da presença dos EUA no Afeganistão para combater o terrorismo
    Maioria dos americanos reprova a reação de Trump aos acontecimentos em Charlottesville
    Tags:
    Donald Trump, Ursula von der Leyen
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar