02:41 20 Julho 2019
Ouvir Rádio
    Sino com inscrição nazista Tudo pela Pátria. Adolf Hitler na igreja do povoado de Herxheim, Alemanha

    Quando irá o sino de Hitler dobrar pela última vez?

    © AP Photo / Hannes Kammerstaetter
    Europa
    URL curta
    1073

    Um sino de igreja na cidade de Herxheim gerou uma acesa polêmica. A causa disso foi a suástica e a inscrição nazista "Tudo pela Pátria. Adolf Hitler". Já passaram muitas décadas, mas o sino ainda não tinha causado qualquer escândalo até agora. O município tem que tomar a decisão: por quanto tempo ele ainda vai dobrar.

    O sino fica na igreja St. Jakob, num pequeno povoado com 800 habitantes, na região da Renânia-Palatinado, Alemanha. Foi instalado em 1934. Muitas pessoas de Herxheim sabiam dessa inscrição. "Não era um problema, até que isso se tornou público em 2011", disse o prefeito Ronald Becker. Mas neste mês de maio, a organista da igreja se queixou da inscrição a um jornal local. A sua amiga se casou ao som do sino nazista, explicou ela. Entretanto, isso não foi verdade, disse Becker. "O sino apenas toca não em cerimônias, mas a cada 15 minutos", disse ele.

    A decisão será tomada em duas semanas

    As autoridades de Herxheim se encontraram em uma situação muito difícil, porque o instrumento pertence não à igreja, mas à comuna de Herxheim. "É um sino político", sublinhou o prefeito. É por isso que o munícipio vai tomar a decisão sobre o sino em 28 de agosto. Há várias opções. Pode ser eliminada a inscrição no sino. Mas, segundo Becker, o sino está sob o programa de proteção dos monumentos.

    "Temos de verificar que alterações são autorizadas. A outra opção é instalar na igreja uma placa com a informação correspondente. O cenário mais improvável é retirar o sino. "Isso não é uma opção", disse o prefeito. "Um novo sino custaria 50 mil euros. Não podemos pagar essa soma", acrescentou ele.

    É apenas 'um sino histórico'

    A venda também não é considerada como opção. A administração da paróquia de Herxheim, segundo diz, já recebeu essa proposta. O comprador hipotético informou que quer comprar o sino para a sua organização e espera uma resposta positiva. No fim da carta estava escrito: "Com saudações nacionalistas". Em nome de todos os moradores de Herxheim, Becker tenta se desassociar da época nazista. Entretanto, ele planeja continuar usando o sino: "Eu o queria considerar como um sino histórico", disse. Ele não tem medo dos ladrões: "O sino pesa 250 quilos e está pendurado na torre da igreja. O risco de roubo é pouco provável".

    Mais:

    Turquia quer melhorar relações com Alemanha, mas quer ver mais esforços de Berlim
    Criminosos conseguem roubar moeda de ouro de 100 quilos de museu em Berlim
    O que aconteceria se um asteroide atingisse Berlim ou Londres?
    Berlim suspende venda de submarinos a Israel
    Berlim denuncia escalada da espionagem turca em solo alemão
    Suíça abre processo criminal sobre o ataque à feira de natal em Berlim
    Tags:
    igreja, escândalo, história, nazismo, Alemanha
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar