06:23 18 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Presidente da Moldávia, Igor Dodon

    Dodon promete esclarecer planos dos EUA para construir instalações militares na Moldávia

    © Sputnik / Aleksei Druzhinin
    Europa
    URL curta
    3101
    Nos siga no

    O presidente da Moldávia, Igor Dodon, declarou que a intenção dos EUA de construir 8 novas instalações militares em uma base na localidade moldava de Bulboaca não foi coordenada com ele e é uma provocação.

    Anteriormente, o canal RT comunicou que a Marinha dos EUA estava procurando empresas para a construção de 8 novas estruturas militares em sua base de treinamento.

    Segundo os dados da edição, a empresa que vencer o concurso deverá construir estruturas para realizar exercícios em condições urbanas na base de treinamento militar de Bulboaca. O preço das obras atinge 250 mil dólares (R$ 785 mil).

    "Considero isto como mais uma provocação do lado do governo moldavo. A construção de infraestruturas militares deve ser coordenada com o presidente do país, que ao mesmo tempo é o comandante supremo. Esta questão não foi coordenada conosco. Vamos esclarecer", disse Dodon.

    Respondendo à pergunta se ele quer bloquear as intenções dos EUA, Dodon responde que vai fazer isso "sem dúvida, mas primeiro é preciso esclarecer de que se trata".

    A base militar de Bulboaca fica a vários quilômetros da cidade de Tiraspol, que é a capital da Transnístria (região situada dentro das fronteiras internacionalmente reconhecidas como pertencentes à Moldávia). Em agosto, na base decorreram os exercícios militares conjuntos dos EUA e Moldávia Dragoon Pioneer.

    O presidente moldavo tem repetidamente declarado que está contra a realização dos exercícios conjuntos da Moldávia com países-membros da OTAN e que é contra a adesão do seu país à Aliança.

    O vice-premiê russo, Dmitry Rogozin, expressou a opinião que o início da construção das instalações militares em questão significa que os EUA começaram a preparar agentes sabotadores e de forças especiais da Moldávia para intervirem, caso aconteça um conflito com a república não reconhecida da Transnístria.

    Mais:

    Por que Moldávia busca expulsar Rússia da Transnístria?
    Equipes de reconhecimento russas 'obtiveram documentos secretos' na Transnístria
    Opinião: Kiev organiza bloqueio da Transnístria por encomenda do Ocidente
    Tags:
    exercício militar, militares, OTAN, Igor Dodon, EUA, Moldávia, Transnístria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar