11:20 20 Janeiro 2018
Ouvir Rádio
    Um grupo de iraquianos fogem de Basra, sul do Iraque, passando perto de um tanque britânico, em 29 de março de 2003

    Supremo Tribunal britânico bloqueia ação contra Tony Blair em relação à guerra no Iraque

    © AP Photo/ Anja Niedringhaus
    Europa
    URL curta
    737

    Nesta segunda-feira (31), o Supremo Tribunal do Reino Unido deliberou que seja recusada a ação contra o ex-primeiro-ministro Tony Blair.

    A ação foi interposta pelo general iraquiano Abdul Wahed Shannan al-Rabbat, ex-chefe do Estado-Maior General do exército iraquiano. Ele acusava Tony Blair de ter cometido um "crime de agressão" ao invadir o Iraque em 2003 com o objetivo de derrubar Saddam Hussein.

    De acordo com o tribunal, não há expectativa de a ação ser julgada.

    Nicolás Maduro, presidente da Venezuela
    © REUTERS/ Carlos Garcia Rawlins
    O Reino Unido invadiu o Iraque em 2003, como um membro da coalizão liderada pelos EUA. O então presidente estadunidense, George Bush, e Tony Blair, naquela época primeiro-ministro do Reino Unido, acusavam o presidente do Iraque, Saddam Hussein, de possuir armamentos de destruição em massa, sem que estas acusações fossem comprovadas em momento algum.

    Em 6 de julho de 2016, foi publicado o Relatório de Chilcot, que veio coroar uma investigação de sete anos iniciada por decreto de Gordon Brown, sucessor de Tony Blair. O relatório afirmava que o governo iraquiano não possuía armas de destruição em massa, sendo o pretexto para invadir aquele país inventado e as mortes de 176 soldados do Reuino Unido não necessárias.

    A guerra no Iraque costou cerca de 9,6 bilhões de libras esterlinas (quase 40 bilhões de reais) ao governo britânico. Segundo diversas análises, aquela campanha foi uma das causas do conflito atual no Oriente Médio, do qual participa o grupo terrorista Daesh.

    Mais:

    Fim das bombas e da clandestinidade: Daesh se rende no Iraque (FOTOS, VÍDEO)
    O que há por trás da tentativa do Pentágono em construir novas bases no Iraque e na Síria?
    Tags:
    o relatório Chilcot, Sir John Chilcot, George W. Bush, Saddam Hussein, Tony Blair, Iraque, Reino Unido
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik