22:14 14 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Bandeiras da Polônia e da UE durante protestos contra reformas judiciais em Varsóvia, Polônia, 25 de julho de 2017

    Polônia reage à intenção europeia de impor sanções contra seu próprio membro

    © REUTERS / Kacper Pempel
    Europa
    URL curta
    591
    Nos siga no

    O Ministério das Relações Exteriores da Polônia afirmou que "tomou conhecimento da decisão da Comissão Europeia" de lançar o procedimento de sanções em relação ao país, de acordo com um comunicado do ministério citado pelo RT.

    Bandeira de Polônia
    © REUTERS / Agencja Gazeta/Grzegorz Celejewski
    Antes, a Comissão Europeia lançou o procedimento de sanções em relação à Polônia por causa da polêmica reforma do sistema judicial do país que viola a legislação da União Europeia.

    A chancelaria do país afirmou ter tomado conhecimento da decisão da UE e prometeu dar uma resposta abrangente.

    "Voltamos a reiterar nossa prontidão para apresentar à Comissão Europeia uma resposta substancial", diz o comunicado publicado pelo RT.

    O ministério também admitiu que "o papel dos presidentes dos tribunais no sistema judicial da Polônia tem um caráter sobretudo administrativo, enquanto seus outros atos não influenciam as condições jurídicas das partes", acrescentando que todas as garantias processuais e meios de defesa jurídica continuam funcionando.

    Monumento da Gratidão ao Exército Soviético em Varsóvia, Polônia
    © REUTERS / Kacper Pempel/File Photo
    O conselheiro do presidente da Polônia para os assuntos internacionais, Krzysztof Szczerski, por sua vez, declarou que a Comissão Europeia não possui competências quanto à reforma judicial polonesa. Além disso, ele apelou à Comissão para que abandone a ideia de impor sanções contra Varsóvia, pois se prosseguir com esta medida, será cada vez mais difícil e prejudicial desistir dela, mas um dia será mesmo necessário deixar este caminho.

    A Comissão Europeia deu recomendações oficiais às autoridades polonesas, que dentro do prazo de um mês devem eliminar todos os problemas.

    Mais:

    Polônia acusa Rússia de falsificar história da Segunda Guerra Mundial
    Golpe de Estado na Polônia: pode o país europeu repetir o destino da Ucrânia?
    Tags:
    resposta, sanções, Comissão Europeia, União Europeia, Europa, Polônia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar