21:23 12 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Catalães em volta da bandeira independentista da Catalunha

    'Não iremos abandonar a ideia do referendo', diz presidente da Catalunha

    © AFP 2019 / Jose Jordan
    Europa
    URL curta
    3103
    Nos siga no

    A Catalunha irá realizar um referendo sobre sua independência no dia 1 de outubro, não importa a posição do Tribunal Constitucional espanhol, afirmou o presidente da Catalunha, Carles Puigdemont, em entrevista ao jornal Le Figaro nesta segunda-feira (24).

    "Não iremos abandonar a ideia do referendo, mesmo que o Tribunal Constitucional o proíba. Nenhuma suspensão ou ameaça pode impedir que os catalães determinem seu futuro de forma democrática", disse Puigdemont.

    O presidente da região autônoma observou que, se a maioria dos cidadãos votar pela separação da Espanha, a independência seria proclamada dentro de 48 horas após o anúncio dos resultados finais. A plena implementação do processo exigiria eleições e referendos sobre a Constituição.

    Um projeto de legislação para a região foi enviado ao parlamento catalão no início de julho.

    Ao mesmo tempo, o Tribunal Constitucional da Espanha, a mais alta instância do Judiciário do país europeu, classificou os itens do orçamento da região autônoma que alocam fundos para o referendo como inconstitucionais e determinou sua suspensão. Os artigos foram aprovados pelo parlamento catalão no final de março.

    Em novembro de 2014, 80% dos catalães votaram pela separação da região da Espanha em um plebiscito não vinculante. Entretanto, a independência foi posteriormente declarada inconstitucional por Madrid.

    Mais:

    França e Catalunha: disputa territorial à vista?
    Manifestantes protestam em defesa da independência da Catalunha
    Tribunal Constitucional espanhol suspende apoio do Parlamento da Catalunha à secessão
    Catalunha: luta pela independência faz primeiras vitimas
    Catalunha submete primeira lei de ruptura com a Espanha
    Novo presidente da Catalunha promete separar região da Espanha em 18 meses
    Tags:
    Carles Puigdemont
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar