17:52 19 Junho 2019
Ouvir Rádio
    Monumento às tropas soviéticas em Varsóvia

    Rússia e Israel se unem para denunciar 'descomunização' polonesa

    © REUTERS / Kacper Pempel
    Europa
    URL curta
    16367

    A Duma de Estado (câmara baixa do parlamento russo) e o Knesset (parlamento israelense) farão apelo sincronizado aos parlamentos dos países europeus por causa da decisão das autoridades polonesas de demolir monumentos soviéticos.

    "Segundo os regulamentos do Knesset, um debate de urgência no parlamento é procedimento excepcional, que é adotado muito raramente […] A questão será abordada pelo Knesset às 15h00 [09h00, horário de Brasília]", disse Leonid Slutsky, presidente do Comitê dos Assuntos Internacionais da Duma de Estado.

    De acordo com ele, o apelo da Duma de Estado é dirigida aos parlamentos dos países europeus devido a "um insulto à memória dos guerreiros, que perderam a sua vida durante a libertação da Europa do nazismo, e às vítimas do holocausto".

    Slutsky propôs que o documento vá à votação às 16h00 (10h00, horário de Brasília) na Câmara Baixa do parlamento russo.

    De acordo com o presidente da câmara baixa russa, Vyacheslav Volodin, o acordo com os colegas israelenses foi alcançado durante a visita do presidente do Knesset à Rússia. "Discutimos a decisão de forma sincronizada sobre as questões de conservação e inadmissibilidade de distorção da memória histórica", sublinhou.

    Volodin acrescentou que o povo israelense "mais que qualquer outro povo entende que, graças aos guerreiros do Exército Vermelho [da URSS], foram salvas" muitas pessoas.

    A chefe do Conselho da Federação da Rússia (câmara alta do parlamento russo), Valentina Matvienko, disse que a Rússia está preparando medidas de retaliação por causa da decisão das autoridades polonesas.

    O presidente da Polônia, Andrzej Duda, assinou na segunda-feira (17) as alterações da lei contra propaganda comunista, que prevê a demolição de monumentos soviéticos no país. A lei entrará em vigor depois de três meses de sua assinatura. Segundo o Instituto de Memória Nacional da Polônia, cerca de 230 monumentos serão demolidos por causa da lei.

    Mais:

    Na Polônia será criado museu de monumentos soviéticos
    Rússia e Turquia vão restaurar monumentos a soldados mortos nos dois países
    Tags:
    monumentos soviéticos, demolição, comunismo, Segunda Guerra Mundial, Knesset, Duma de Estado, Vyacheslav Volodin, Valentina Matvienko, Leonid Slutsky, Andrzej Duda, Polônia, Israel, Europa, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar