02:33 22 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Piloto de caça russo Su-30 da Força Aeroespacial russa

    OTAN está muito irritada com comportamento de pilotos russos

    © Sputnik/ Ministério da Defesa russo
    Europa
    URL curta
    135893835

    Os países membros da OTAN vão acusar a Rússia de “comportamento perigoso” dos pilotos militares nos céus sobre o Báltico.

    Durante o próximo Conselho Rússia-OTAN marcado para o dia 13 de julho em Bruxelas, os países membros da Aliança pretendem discutir "os movimentos perigosos" dos pilotos russos nos céus do Báltico, comunicou o jornal Politico na quarta (12).

    "Os membros da OTAN, estando fortemente irritados, vão expressar ao Kremlin a sua desaprovação das manobras agressivas e perigosas dos pilotos militares russos nos céus do mar Báltico, incluindo seu comportamento perigoso durante as intercepções", indicou o jornal Politico citando uma fonte anônima da OTAN.

    Entretanto, o ministério russo da Defesa tinha repetidamente sublinhado que todos os voos de aviões da Força Aeroespacial russa são realizados em completa conformidade com as regras internacionais no que diz respeito à utilização do espaço aéreo nos céus sobre as águas neutrais sem violar as fronteiras de outros Estados.

    O Conselho Rússia-OTAN se reunia regularmente antes de ter sido suspenso após a crise na Ucrânia em 2014. As reuniões se reiniciaram em 2016.

    Mais:

    Especialista: intensificação de atividade de inteligência da OTAN não surpreende Rússia
    OTAN treina defesa contra 'ataque' da Rússia
    Tags:
    intercepção, piloto, atividades militares, conselho, aliança militar, crise, reunião, OTAN, Mar Báltico, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik