00:00 15 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    19410
    Nos siga no

    A Ucrânia pode receber ajuda militar através do fornecimento de armas letais não só dos EUA, mas também de outros países, comunicou o chefe do Comitê Executivo do Conselho de Parceria Euro-Atlântica em Varsóvia, Janusz Onyszkiewicz.

    Segundo ele, as declarações de Washington quanto ao fornecimento de armas letais são bastante sérias, acrescentando que "ações concretas" do tipo podem partir também dos aliados dos EUA. 

    "É mais provável que Canadá, Grã-Bretanha e Polônia se juntem aos EUA", comunicou ele ao Ukraininform

    Janusz Onyszkiewicz acrescentou que inicialmente apoiou a ideia de reforço do exército ucraniano através de fornecimento de armas letais, mudando de ideia posteriormente. 

    Mais anteriormente, o Senado do Congresso dos EUA aprovou o projeto do orçamento federal para até 30 de setembro de 2017, que prevê ajuda financeira à Ucrânia, incluindo assistência militar ao país. 

    Vale ressaltar que o Pentágono pode gastar 150 milhões de dólares com "prestação de ajuda, incluindo preparação, equipamento, armas defensivas letais, ajuda logística", bem como a ajuda no reconhecimento aos militares e forças de segurança nacional da Ucrânia.

    A Rússia repudiou repetidamente os planos de fornecimento de armas para a Ucrânia, pois, segundo Moscou, tal passo somente levará à escalação do conflito em Donbass.

    Mais:

    Rússia se opõe fortemente ao fornecimento de armas para a Ucrânia
    Poroshenko acerta a compra de armas pela Ucrânia em encontro com Trump
    Tags:
    conflito, escalação, ajuda militar, armas letais, fornecimento, Grã-Bretanha, Canadá, EUA, Ucrânia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar