00:36 20 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Bandeira da Suécia perto da Catedral de Estocolmo

    Número de extremistas islâmicos na Suécia aumentou mais de 10 vezes nos últimos 7 anos

    © REUTERS / Bob Strong/File Photo
    Europa
    URL curta
    0 01
    Nos siga no

    A polícia da Suécia anunciou que cerca de 3 mil extremistas estariam residindo atualmente no país, segundo o jornal The Local.

    Segundo o chefe do Serviço de Polícia da Suécia (SAPO), Anders Thornberg, cerca de 2 mil desse número geral seriam extremistas islâmicos. Ele destacou, no entanto, que somente "poucos" deles "desejam ou são capazes" de realizar ataques terroristas.

    "É de extrema importância que todas as pessoas na Suécia assumam a responsabilidade de colocar um fim nesta tendência", citou o The Local as palavras do chefe da SAPO.

    Segundo a publicação, cerca de 200 extremistas residiam no país em 2010. Ou seja, o número de extremistas islâmicos aumentou mais de 10 vezes.

    O diretor da SAPO já havia alertado em entrevistas anteriores que o número de radicais no país teria aumentado, sem citar os números, no entanto. O chefe da polícia também alertou para o aumento de radicais de extrema direita.

    Mais:

    Leis islâmicas: logo na Suécia?
    Homem detido em Estocolmo por suspeita de atropelar multidão é natural do Uzbequistão
    Polícia encontra explosivos no caminhão que atropelou multidão em Estocolmo
    Vídeo mostra pessoas fugindo de terrorista do caminhão em Estocolmo
    Atentado terrorista em Estocolmo: confira o mapa
    Polícia sueca detém neonazistas durante marcha em Estocolmo
    Tags:
    extrema direita, extremismo islâmico, extremismo, Serviço de Polícia da Suécia, Anders Thornberg, Suécia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar