11:38 23 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    080
    Nos siga no

    O Tribunal de Bruxelas descongelou todos os ativos russos na Bélgica, incluindo os da Sputnik, informou o diretor-geral do Centro Internacional de Defesa Legal, Andrei Kondakov.

    "O tribunal de Bruxelas descongelou todos os ativos da Rússia na Bélgica, incluindo os ativos […] da agência Sputnik, embargados durante o processo dos antigos acionistas da Yukos", disse o advogado.

    Em julho de 2014, o Tribunal de Arbitragem da Haia satisfez a demanda dos ex-acionistas da empresa petrolífera Yukos, que exigiram para Rússia uma indenização de 50 bilhões de dólares após o colapso da empresa.

    As autoridades russas recorreram à decisão, mas os demandantes apelaram aos tribunais de outros países.

    Em 2015, a França e a Bélgica congelaram bens e contas consideradas pelas autoridades destes países como russos, cumprindo a sentença do tribunal de Arbitragem.

    Mais cedo, foi também informado que a Sputnik iria apelar à decisão do Tribunal de Vilnius, que recusou na ação judicial da agência contra a agência de notícias Baltic News Service (BNS), que havia rescindido unilateralmente o contrato com a Sputnik. Como informa a assessoria de imprensa da última, a Sputnik classifica a decisão do tribunal como infundada e ilegal.

    Mais:

    Especialista analisa enquete da Sputnik sobre investimentos em Defesa em diversos países
    Editora-chefe da Sputnik responde às acusações do ex-chefe da inteligência dos EUA
    Tags:
    Rússia, Bélgica, Haia, Sputnik, tribunal internacional, propriedade
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar