19:21 18 Abril 2019
Ouvir Rádio
    Retirada de material bélico pesado da República de Donetsk (arquivo)

    Donetsk confirma cessar-fogo com Kiev a partir de amanhã

    © Sputnik / Mikhail Voskresensky
    Europa
    URL curta
    321

    Um representante da autoproclamada República Popular de Donetsk confirmou hoje em entrevista à Sputnik um acordo de trégua firmado com Kiev com início nesta quinta-feira.

    O acordo anterior de cessar-fogo entre as duas partes estipulava a suspensão das hostilidades apenas no período de Páscoa. 

    "Um acordo foi alcançado com a parte ucraniana para uma cessação indefinida do fogo a partir de 0h do dia 1 de junho", afirmou o general Ruslan Yakubov, do Centro Conjunto para Controle e Coordenação. 

    Donetsk e Lugansk, na região de Donbass, entraram em conflito com as forças do governo ucraniano em abril de 2014, após se rebelarem contra o golpe que destituiu o presidente eleito Viktor Yanukovich. Em fevereiro de 2015, as duas partes assinaram um acordo em Minsk, na Bielorrússia, prevendo uma série de concessões para as duas partes e, por último, dando um status especial a essas duas repúblicas. A implantação dessas medidas, entre as quais se destaca a retirada das armas da linha de contato entre as forças em guerra, é observada por Rússia, França e Alemanha, que, junto com a Ucrânia, formam o Quarteto da Normandia.

    Mais:

    Mais de 150 pessoas morreram em Donetsk por conta do conflito ucraniano em 2017
    Presente dos céus: República Popular de Donetsk utiliza 'armas extraterrestres'
    Líder da república na mira? Atentado terrorista atinge Dia da Vitória em Donetsk
    Kiev bombardeia seu próprio território em Donbass
    Lugansk denuncia chegada de mercenários árabes a Donbass
    Tags:
    cessar-fogo, trégua, Ruslan Yakubov, Viktor Yanukovich, Alemanha, França, Rússia, Lugansk, Donetsk, Kiev, Bielorrússia, Minsk, Donbass, Ucrânia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar