17:30 19 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov

    Chanceler russo comenta declaração de Macron sobre Sputnik e RT

    © Sputnik / Grigory Sysoev
    Europa
    URL curta
    1050
    Nos siga no

    Moscou considera as palavras do presidente da França Emmanuel Macron sobre as mídias russas Sputnik e RT como um reflexo da inércia da campanha antirrussa, ao mesmo tempo não existem quaisquer fatos que provem a razão do líder francês, declarou o ministro das Relações Exteriores Sergei Lavrov.

    "Eu penso que aqui, nestas avaliações, se refletiu a inércia bem conhecida da campanha antirrussa que foi iniciada pela administração de Obama e que alastrou a uma série de outros países, inclusive na Europa. E os nossos parceiros ocidentais ainda não conseguem sair desta inércia", assinalou ele na coletiva de imprensa, ao mesmo tempo sublinhando que "as provas não existem".

    Durante a coletiva a respeito do final das negociações com o presidente da Rússia Vladimir Putin, Macron declarou que a emissora RT e a agência Sputnik não tinham acesso à sede de campanha eleitoral dele por elas "semearem informação falsa e caluniosa".

    O porta-voz do presidente, Dmitry Peskov, destacou que o Kremlin "não concorda com esta avaliação" de Macron a respeito da Sputnik e RT.

    Mais:

    Kremlin comenta possível aliança militar entre Rússia, China e Filipinas
    Putin e Macron se reúnem pela primeira vez em 29 de maio, diz Kremlin
    Tags:
    encontro, diplomacia, negociações, RT, Sputnik, Emmanuel Macron, Dmitry Peskov, Vladimir Putin, Sergei Lavrov, França, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar