01:51 23 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    53543
    Nos siga no

    O secretário de Estado dos EUA, Rex Tillerson, afirmou nesta quarta-feira que a Rússia deve devolver a Crimeia aos ucranianos antes de ser possível ao país retornar ao atual G7, grupo dos países mais industrializados do planeta.

    “[A Rússia foi] eliminada ou retirada do grupo devido à situação na Ucrânia, então para que eles voltem será preciso lidar com a situação lá”, disse Tillerson a jornalistas. “Temos sido bastante claros com eles o que isso significa, significa avançar com o acordo de Minsk e restaurar a soberania da Ucrânia”.

    As regiões de Donetsk e Lugansk declararam a sua independência de Kiev em 2014. O governo ucraniano respondeu pela força, enviando forças militares contra as suas regiões. No ano seguinte, os dois lados fecharam um acordo com a ajuda de França, Alemanha e Rússia.

    A União Europeia e os Estados Unidos impuseram várias sanções contra os russos em razão da reanexação da Crimeia. De acordo com as forças ocidentais, o Kremlin teria interferido nos assuntos internos da Ucrânia, o que Moscou negou repetidas vezes.

    O G7 foi fundado em 1975, tornando-se G8 com a entrada da Rússia em 1997. Há três anos, os russos foram retirados do bloco em razão da disputa sobre a Crimeia.

    Mais:

    Rússia dá início a exercícios antiterroristas de grande escala na Crimeia
    Autoestrada que prolongará Ponte da Crimeia começa a ser construída
    Ucrânia quer usar isenção de visto com UE para trazer a Crimeia de volta
    Tags:
    conflito ucraniano, diplomacia, política, conflito, guerra, G7, Rex Tillerson, Crimeia, Ucrânia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar