10:13 19 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Moedas de euro e dracma com bandeira da Grécia ao fundo

    Comissão Europeia aprova reformas austeras na Grécia

    © AFP 2017/ PHILIPPE HUGUEN
    Europa
    URL curta
    216203

    A Grécia cumpriu suas obrigações junto aos seus credores internacionais estipuladas pelo acordo de austeridade firmado pelo país para permanecer na zona do euro, segundo afirmou nesta segunda-feira o comissário europeu de Assuntos Econômicos e Financeiros, Pierre Moscovici.

    Na última quinta-feira, o parlamento grego votou a favor de um novo lote de medidas de austeridade para garantir mais uma parcela do empréstimo solicitado por Atenas no exterior.

    "Isso prova que eles estão prontos para assumir a responsabilidade para ficar na Eurozona. Sim, a parte grega assumiu suas responsabilidades", disse Moscovici, acrescentando que a Comissão Europeia irá preparar um relatório de conformidade com uma avaliação positiva das reformas gregas, necessário para o desbloqueio de futuros pagamentos. 

    A crise econômica atingiu a Grécia em cheio em 2010. Desde então, o país teve que recorrer a uma série de instituições internacionais de crédito para garantir pacotes de resgate financeiro, em troca de reformas de austeridade fortemente criticadas pela população grega. Agora, o governo precisa de 8 bilhões de dólares para cumprir um prazo de reembolso da dívida que vence em julho. 

    Facebook

    Procure a página Sputnik Brasil no Facebook e descubra as notícias mais importantes. Curta e compartilhe com seus amigos. Ajude-nos a contar sobre o que os outros se calam!

    Mais:

    Trem descarrila na Grécia com cerca de 100 passageiros e deixa 4 pessoas mortas
    Representação 'oficial' de Donetsk não reconhecida por Atenas é aberta na Grécia
    Não foi só a Grécia: Arqueólogos descobrem formas democráticas na América pré-colombiana
    Chancelaria grega confirma oficialmente morte do embaixador no Brasil
    Grécia: bancos fechados aumentam rumores sobre a saída grega da Zona do Euro
    Tags:
    eurozona, reforma, austeridade, dívida, empréstimo, euro, Comissão Europeia, Pierre Moscovici, Atenas, Grécia, Europa
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik