06:32 20 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Bandeiras da Rússia e da UE

    Qual é a receita da UE contra a 'propaganda russa'?

    © Sputnik/ Vladimir Sergeev
    Europa
    URL curta
    257181

    O problema real para a segurança da Europa não é a “propaganda russa”, mas sim a russofobia dos políticos europeus e dos principais meios de comunicação, opina o deputado eslovaco Lubos Blaha.

    O político eslovaco chegou a tais conclusões após ter visitado uma das conferências de segurança em Malta com a participação de deputados europeus. Segundo ele, os speakers de toda a Europa se juntaram a este evento com um só objetivo — "dar um pontapé" à Rússia.

    O próprio Blaha participou da conferência com um relatório em que criticou os erros da política norte-americana como, por exemplo, a invasão do Iraque, os bombardeamentos da Síria sem permissão do Conselho de Segurança da ONU e a guerra no Iêmen. No seu discurso ele sublinhou que a Europa está sempre acusando a Rússia de violação das normas internacionais, enquanto as ações acima mencionadas dos EUA ficam sem atenção. O discurso dele foi aceito negativamente pelos presentes — a reunião acabou se tornando uma briga e o político sendo chamado de "agente de Moscou".

    "Naquela atmosfera de propaganda e russofobia, a coisa mais engraçada foi o fato de um dos temas principais ser a luta da UE contra a guerra híbrida e a propaganda russa", nota o presidente do comitê para os assuntos europeus do parlamento da Eslováquia.

    Esta luta consiste nos seguintes aspectos. Se em um dos fóruns da Internet alguém critica Washington, nenhuma mídia de referência falará disso, por mais bem argumentada que seja sua posição, sendo as palavras do comentador citadas apenas por fontes que não servem os interesses dos EUA. Se esta opinião depois aparece nos meios de comunicação russos, a UE prestará a isso sua atenção, acusando as fontes de servirem a Rússia e quem se mostre contra Washington é apelidado de "agente russo".

    Ninguém quer pensar por que a mídia de referência do Ocidente se mantém calada sobre os crimes norte-americanos, frisa o político. De acordo com Blaha, criar uma ilusão de ameaça russa à Europa é uma loucura, pois a maioria dos meios de comunicação social estão do lado dos EUA.

    "Devem ser cegos aqueles que não vêm que a situação é a oposta. Abram qualquer jornal e verão que Putin é um monstro e que a Rússia está cometendo crimes sem parar, enquanto os EUA só fazem coisas boas… Em outras palavras, uma propaganda russa completa", ironiza o político eslovaco.

    Facebook

    Procure a página Sputnik Brasil no Facebook e descubra as notícias mais importantes. Curta e compartilhe com seus amigos. Ajude-nos a contar sobre o que os outros se calam!

    Mais:

    UE precisa da Turquia para controlar refugiados, não para ser um estado-membro
    UE não vai participar da investigação à explosão do carro da OSCE em Donbass
    Tags:
    propaganda, União Europeia, Ocidente, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik