13:54 22 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Presidente da Moldávia Igor Dodon durante uma reunião com Vladimir Putin, 17 de janeiro de 2017

    Moldávia é completamente contra adesão à OTAN

    © Sputnik/ Aleksei Druzhinin
    Europa
    URL curta
    171428114

    O presidente da Moldávia disse que a adesão à OTAN é inaceitável para o país.

    O presidente moldavo Igor Dodon afirmou na quarta-feira (10), que a adesão da Moldávia à Organização do Tratado do Atlântico Norte(OTAN) é categoricamente inaceitável para o país.

    "Eu sempre disse a todos os nossos parceiros externos que há três ou quatro coisas que eu nunca aceitaria negociar. O primeiro é nosso estatuto como Estado, isto é, a preservação da Moldávia e não uma união com outros países. O segundo é nossa neutralidade, ou seja, a adesão à OTAN é completamente inadmissível", disse Dodon.

    Entre outros assuntos que o país não aceita discutir, Dodon citou a fé ortodoxa da Moldávia e a parceria estratégica com a Rússia.

    Ele também acrescentou estar pronto para um trabalho produtivo com as autoridades da República autoproclamada da Transnístria a fim de reunificar o país.

    "Eu pessoalmente tenho uma posição muito construtiva em relação ao governo da região da Transnístria. Já mantivemos duas reuniões com o líder da região e espero que tenhamos outras em breve", disse Dodon em Moscou.

    Ele afirmou que, progressivamente, seriam desenvolvidos esforços para resolver os problemas entre os habitantes das margens opostas do rio Dniestre "para que se possa alcançar uma solução política no momento certo, quando todos estiverem prontos".

    Twitter

    Siga Sputnik Brasil no Twitter e fique por dentro das notícias mundiais do momento.

    Mais:

    Vice-ministro da Moldávia é preso por suspeita de corrupção
    Moldávia quer que OTAN reconheça a neutralidade do país
    Tags:
    relações internacionais, OTAN, Igor Dodon, Transnístria, Moldávia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik