11:33 24 Junho 2018
Ouvir Rádio
    Ex-ministro da Economia e candidato independente à presidência francesa, Emmanuel Macron

    #MacronLeaks: WikiLeaks analisa dezenas de milhares de documentos vazados sobre Macron

    © REUTERS / Philippe Wojazer
    Europa
    URL curta
    770

    O portal WikiLeaks divulgou nesta sexta-feira estar analisando um conjunto de documentos do candidato à presidência da França, Emmanuel Macron, disponibilizados na internet.

    "#MacronLeaks contém dezenas de milhares de e-mails, fotos e documentos anexos datados de 24 de abril de 2017, um total de 9 GB (gigabytes)", informou a organização através de sua conta no Twitter.

    O comunicado acrescentou que os vazamentos foram divulgados "tarde demais" e não vão afetar a eleição no país europeu.

    A fonte do vazamento ainda é desconhecida.

    França realizará, em 7 de maio, o segundo turno das eleições presidenciais. O centrista Macron, ex-ministro da Economia do governo de Hollande, e a candidata da direita, Marine Le Pen, foram os vencedores do primeiro turno com 24% e 21,3% dos votos, respectivamente.

    As pesquisas apontam Macron como favorito, com cerca de 62% das intenções de voto. Segundo as pesquisas eleitorais, Le Pen deve contar com apoio de 38% do eleitorado.

    Mais:

    A 3 dias da eleição, Obama declara apoio a Macron
    Macron e Le Pen trocam farpas em debate presidencial
    Em festa de Macron, RT e Sputnik não são bem-vindos
    Comitê de Macron barra jornalistas da Sputnik
    Opinião: Macron será um presidente fraco e de orientação antirrussa, se eleito
    Tags:
    MacronLeaks, WikiLeaks, Emmanuel Macron, França
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik