15:14 26 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Um militante prepara um cinto de munição

    Qualidade questionada: munições dos EUA são alvo de críticas dos militares ucranianos

    © AFP 2017/ Satin Hamed
    Europa
    URL curta
    151060103

    A Ucrânia adquiriu munições de 4 calibres diferentes para vários tipos de fuzis de franco-atiradores.

    Acontece que as munições não possuem a precisão e a potência suficientes para perfurar a blindagem e além do mais, alguns dos lotes são totalmente defeituosos.  

    Os soldados da Guarda Nacional da Ucrânia não estão satisfeitos com a qualidade das munições norte-americanas da empresa norte-americana SBR, comunica Sergei Zgurets, redator-chefe do jornal ucraniano Defense Express, que cita fontes militares. 

    "Estas munições danificam as nossas armas. Elas são menos precisas do que aquelas que antes comprávamos. Os projéteis perfurantes são pouco carregados e, por isso, se partem ao atingirem a blindagem", comunicou uma fonte militar ao jornal Defense Express

    Assim, segundo os militares ucranianos, as características perfurantes destas munições norte-americanos deixam muito a desejar. 

    ​"As capacidades de perfuração de blindagens das munições perfurantes americanas de calibre 12,7 e 8,58 são piores do que os projéteis soviéticos B-32 de calibre menor", indica o artigo. 

    Os militares ucranianos descobriram também que os níveis de cobre nestas munições são menores do que o necessário, razão pela qual a bala se torna "mais difícil" e a velocidade dos rifles de precisão é reduzida a mil tiros.  Além disso, os cartuchos não são impermeáveis, o que devido à humidade os torna defeituosos.

    Mais:

    Ucrânia pede aos EUA status de aliado importante extra-OTAN
    Congresso dos EUA introduz projeto para fornecer armas letais à Ucrânia
    Tags:
    qualidade, fuzis, atiradores, munição, militares, crítica, armas, EUA, Ucrânia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik