13:34 24 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    10170
    Nos siga no

    A candidata da direita à presidência da França, Marine Le Pen, disse no domingo que "o euro está morto", acrescentando que a França deve restaurar sua moeda nacional.

    O euro é um "fardo" para a economia francesa, o país precisa ser capaz de controlar sua moeda nacional, disse Le Pen em uma entrevista ao jornal Parisien.

    "Precisamos de controlar a moeda, ajustá-la à economia, porque hoje a moeda única [da União] é um fardo", disse Le Pen, acrescentando que "o euro está morto".

    Ela ressaltou que planeja obter o direito de controlar a moeda nacional, explicando que isso significaria transformar o euro numa divisa que só seria usada por "grandes empresas envolvidas em negócios internacionais".

    Se for eleita, Le Pen pretende realizar um referendo sobre a saída da União Europeia no primeiro semestre de 2018, após negociações com outros estados-membros da UE.

    Em 23 de abril, o candidato independente Emmanuel Macron e Marine Le Pen ganharam na primeira rodada da eleição presidencial como os dois principais candidatos, e vão se enfrentar no segundo turno programado para o dia 7 de maio. De acordo com as últimas pesquisas, se espera que Macron ganhe com cerca de 59% dos votos e Le Pen obtenha perto de 40%.

    Mais:

    Marine Le Pen consegue pequeno aumento nas projeções eleitorais
    Le Pen muda slogan de campanha para virar o jogo no segundo turno da França
    Le Pen se diz confiante com os resultados do primeiro turno da eleição francesa
    Tags:
    eleições presidenciais, euro, Emmanuel Macron, Marine Le Pen, União Europeia, Europa, França
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar