05:27 18 Outubro 2017
Ouvir Rádio
    Marine Le Pen após o anúncio dos resultados do segundo turno das eleições regionais

    Atentado em Paris vai ajudar Le Pen a vencer eleição, diz Trump

    © Sputnik/ Kristina Afanasieva
    Europa
    URL curta
    375140

    O presidente dos Estados Unidos Donald Trump afirmou nesta sexta-feira acreditar que o mais recente atentado terrorista em Paris vai ajudar Marine Le Pen nas eleições marcadas para este domingo, informou a Agência Associated Press.

    Embora tenha evitado declarar apoio explícito a Le Pen, a candidata mais à direita na disputa para o posto de premiê da França, o presidente norte-americano avaliou que o atentado de quinta-feira na capital francesa jogou a favor da líder da Frente Nacional (FN).

    “Ela é a mais forte na questão das fronteiras, e ela é a mais forte a respeito do que está acontecendo na França. Quem for mais duro com o terrorismo islâmico radical, e quem for o mais duro a respeito das fronteiras se sairá bem na eleição”, disse Trump, em entrevista no Salão Oval da Casa Branca.

    Horas antes, Trump usou o seu Twitter para abordar o ataque em Paris: “Outro ataque terrorista em Paris... As pessoas da França não vão aguentar muito mais disso. Terá um grande efeito na eleição presidencial”.

    O raciocínio de Trump se sustenta em alguma lógica: na primeira pesquisa após o atentado, Le Pen foi a única a subir, aparecendo com 23% das intenções de voto – um ponto a mais em relação ao levantamento prévio feito pelo Odoxa. Ela só está atrás de Emmanuel Macron, que lidera com 24,5%, de acordo com o mesmo instituto.

    Trump procurou enfatizar que “como todos estão fazendo previsões sobre quem vai vencer, ele não é diferente”.

    A votação deste domingo na França é o primeiro turno, que define quem são os dois candidatos mais bem votados que então disputarão o segundo e decisivo turno, este marcado para 7 de maio. Segundo analistas, o futuro da União Europeia passa pelo resultado francês – Le Pen defende um referendo pela saída do país do bloco.

    Anteriormente, Trump apoiou o Brexit, que foi a decisão do Reino Unido e deixar a União Europeia e sugeriu que outros países europeus fariam o mesmo no futuro.

    O alinhamento de Le Pen com Trump se dá majoritariamente em questões relativas aos imigrantes (ela prega um maior controle das fronteiras) e ao terrorismo (Le Pen defende a expulsão do país de pessoas suspeitas de ligação com o islamismo radical).

    Macron é visto, por sua vez, como o candidato que pode ajudar a fortalecer o bloco europeu – tanto que recebeu o apoio do ex-presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, antecessor de Trump na Casa Branca. Em resposta ao atentado em Paris, Macron falou em aumentar em 10 mil o número de policiais, além de melhorar os serviços de inteligência.

    Diante do ataque de quinta-feira, as forças de segurança francesas estão em alerta, sobretudo pelo temor de algum tipo de ação justamente durante o andamento das eleições deste domingo.

    Mais:

    Paris: pessoa supostamente ligada ao atentado se apresenta à delegacia
    Hollande declarou que o ataque contra policiais em Paris foi um atentado terrorista
    França deve reconquistar sua soberania tomada pela OTAN, opina Le Pen
    Tags:
    política, terrorismo, eleições na França, Emmanuel Macron, Donald Trump, Marine Le Pen, Europa, França
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik