11:00 20 Fevereiro 2018
Ouvir Rádio
    A ponte bombardeada em Grdelica, no sul da Sérvia em 1999

    Sérvia criará monumento em homenagem às vítimas do ataque da OTAN

    © AP Photo/ SERGEI VELICHKIN
    Europa
    URL curta
    290

    Autoridades da Sérvia criarão um monumento em homenagem às vítimas dos bombardeios da OTAN de 1999, revela o premiê e presidente eleito do país, Aleksandar Vucic, em entrevista à Sputnik Sérvia.

    "A Sérvia irá cumprir suas obrigações com as vítimas inocentes da agressão [da OTAN] contra nosso país. Trata-se do nosso dever e amostra da nossa responsabilidade para com o futuro. Esse mal não deve se repetir nunca mais", declarou Vucic à Sputnik Sérvia.

    Vale destacar que a ideia foi abençoada pelo patriarca Irinej Sérvio e a iniciativa aprovada pelo presidente atual da Sérvia, Tomislav Nikolic, e pelo presidente da República Sérvia da Bósnia e Herzegovina, Milorad Dodik. Além disso, o plano foi apoiado pelo cineasta, Emir Kusturica, pelo presidente da Academia de Ciências e Cultura da Sérvia, Vladimir Kostic, e pelo vice-diretor do Instituto Republicano para proteção de monumentos culturais, Ivan Prodanovic-Rankovic.

    A capital sérvia nunca chegou a possuir complexo memorial algum, mesmo a tragédia tendo sido realizada há 18 anos.

    A operação militar da OTAN contra Iugoslávia deu início no dia 24 de março e terminou em 10 de junho de 1999. Tanto pontos militares como civis foram atacados. Não se sabe o número exato de vítimas, mas, estima-se que 2.000 pessoas se tornaram vítimas, entre elas há centenas de crianças.

    Chamas dos incêndios em resultado dos ataques aéreos da OTAN iluminam o céu de Belgrado, Iugoslávia, 24 de março de 1999
    © AP Photo/ Dimitri Messinis
    Chamas dos incêndios em resultado dos ataques aéreos da OTAN iluminam o céu de Belgrado, Iugoslávia, 24 de março de 1999

    Mais:

    Será que Sérvia se torna centro de atendimento de helicópteros russos?
    'Crimeia é Rússia e Kosovo é Sérvia'
    Chefe do governo: Sérvia nunca aderirá à OTAN que devastou o país
    Sérvia moderniza seus aviões com apoio de Moscou, não esquecendo suas próprias forças
    Opinião: cooperação com Rússia protegerá Sérvia do 'Exército do Kosovo'
    Tags:
    vítimas, comemoração, homenagem, monumentos históricos, bombardeio, agressão militar, OTAN, Milorad Dodik, Emir Kusturica, Tomislav Nikolic, Aleksandar Vucic, República Sérvia, Sérvia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik