16:54 22 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Militantes do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK)

    Forças turcas matam sete combatentes curdos

    © AP Photo / Cagdas Erdogan
    Europa
    URL curta
    514
    Nos siga no

    Sete combatentes do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) foram mortos pelas forças turcas no distrito de Artuklu, na província de Mardin, segundo a mídia local.

    Sete combatentes do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) foram mortos durante uma operação de segurança levada a cabo pelas forças turcas na província de Mardin, no sudeste do país, informou a imprensa local na segunda-feira.

    Os confrontos entre militares turcos e combatentes do PKK irromperam no domingo no distrito de Artuklu, na província de Mardin, informou a agência de notícias Anadolu. As forças turcas também conseguiram apreender dois M-16 e quatro rifles de assalto AK-47, uma arma, 30 clipes e 10 granadas de mão.

    No mesmo dia, as forças de segurança também encontraram um dispositivo explosivo improvisado na província de Diyarbakir, enquanto realizavam uma verificação de segurança rotineira. O dispositivo foi destruído mais tarde pelas forças de segurança.

    As tensões entre Ancara e os curdos, a maior minoria étnica do país, aumentaram em julho de 2015, quando um cessar-fogo entre Ancara e o PKK entrou em colapso devido a uma série de ataques terroristas supostamente cometidos por membros do PKK. O PKK, um grupo militante que luta pela independência curda da Turquia, é designado como uma organização terrorista pelas autoridades turcas.

    Mais cedo na segunda-feira, o ministro turco da Defesa Nacional, Fikri Isik, disse que, desde 23 de julho de 2015, a Turquia havia neutralizado 10.091 combatentes do PKK, com 7.071 mortos.

    Mais:

    Turquia executou 600 membros do PKK desde dezembro de 2015
    PKK detona uma tonelada de explosivos e mata quatro militares na Turquia
    Moscou: alegações turcas sobre fornecimento de armas russas ao PKK são 'invenção'
    Tags:
    AK-47, Partido dos Trabalhadores do Curdistão, Ministério da Defesa Nacional da Turquia, PKK, Fikri Isik, Artuklu, Diyarbakir, Mardin, Ancara, Turquia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar