07:24 23 Junho 2018
Ouvir Rádio
    Construção do gasoduto Corrente Turca

    Empresa russa Gazprom está pronta para construir Turkish Stream no fundo do mar Negro

    © Foto: turkstream.info
    Europa
    URL curta
    0 111

    Para realizar o projeto Turkish Stream, a empresa estatal russa Gazprom criou uma filial em Istambul – a South Stream Transport B.V.

    A construção da parte marítima do gasoduto vai ser iniciada no segundo semestre de 2017, e duas linhas do gasoduto serão concluídas até ao fim de 2019, comunicou o vice-diretor da Gazprom Aleksei Miller.

    "Segundo decisão do conselho de administração, foi criada a filial South Stream Transport B.V. em Istambul para realizar o projeto [do Turkish Stream] e para coordenar os trabalhos na Turquia. É uma decisão muito importante. Assim, estão criadas todas as condições necessárias para o início de colocação da parte marítima", disse Miller.

    Ele sublinhou que a empresa vai iniciar a colocação da parte marítima do gasoduto no segundo semestre do ano de 2017 e vai concluir a construção das duas linhas do gasoduto até 2019. O projeto está em fase ativa de realização de acordo com os prazos previstos. Agora estão em curso as pesquisas hidrográficas nas águas da Turquia.

    Ele revelou que na parte russa da construção o primeiro microtúnel já foi feiro (este túnel é uma solução técnica para colocar o gasoduto no cruzamento da linha costeira), e o segundo microtúnel também está pronto em 98,5%.

    A Rússia e a Turquia assinaram um acordo intergovernamental sobre o projeto Turkish Stream em 10 de outubro do ano passado. O documento prevê a construção de duas linhas do gasoduto principal no fundo do mar Negro, cada um com capacidade para 15,75 bilhões de metros cúbicos de gás. Uma linha vai fornecer o gás diretamente para o mercado turco, a outra vai efetuar o trânsito de gás através da Turquia para a Europa.

    Mais:

    Rússia e Turquia concluem normalização das relações após reunião em Moscou
    Rússia espera coordenar em breve o projeto de gasoduto Turkish Stream
    South Stream está morto mas pode renascer
    Tags:
    construção, Turkish Stream, Corrente Turca, Gazprom, Aleksei Miller, Turquia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik