03:26 22 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Manifestantes defendem a independência da Escócia e agitam bandeiras da UE em Glasgow, Escócia, 30 de julho de 2016

    Parlamento escocês vota a favor da realização do segundo referendo da independência

    © AFP 2017/ Andy Buchanan
    Europa
    URL curta
    175741

    O parlamento escocês votou na terça-feira em favor de uma tentativa de realizar outro referendo de independência do Reino Unido, à luz da Brexit, entre o outono de 2018 e a primavera de 2019.

    Cerca de 69 legisladores votaram a favor, enquanto 59 votaram contra. A primeira-ministra, Nicola Sturgeon, agora é capaz de pedir oficialmente ao parlamento do Reino Unido a permissão para realizar um novo voto na Escócia.

    A primeira-ministro da Escócia, Nicola Sturgeon, está buscando a autoridade de Londres para realizar outro referendo de independência, que poderia ocorrer entre o outono de 2018 e a primavera de 2019.

    Na semana passada, Sturgeon lembrou que a Escócia votou esmagadoramente contra o Brexit no referendo do ano passado, enfatizando que o país não deveria ser retirado da Europa contra sua vontade. Em 2014, a Escócia votou para permanecer como parte do Reino Unido. No entanto, o voto no Brexit mostrou que a Escócia diferiu da Inglaterra sobre a adesão à União Europeia, que apoiou ficar com o bloco em 62% contra 38%.

    Segundo a última pesquisa da Ipsos, a Escócia está dividida em relação à questão da independência, em uma mudança significativa em relação a 2014, quando 55% votaram contra a saída do Reino Unido.

    A primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, deverá iniciar as conversações sobre a saída do Reino Unido da União Europeia amanhã. O Parlamento britânico já aprovou o projeto de lei governamental do Brexit sem alteração.

    O governo de May fez declarações fortes contra um 2º referendo de Independência escocês, enquanto Sturgeon insiste que marcá-lo entre 2018 e 2019, época em que um esboço de um acordo entre Londres e Bruxelas se tornaria claro, permitindo que os escoceses tomem uma decisão mais consciente.

    Mais:

    Escócia concorda em legislar segundo referendo sobre independência
    Novo referendo sobre a independência da Escócia é possível
    Primeira-ministra escocesa exigirá novo referendo caso a Escócia não ganhe poderes
    Tags:
    Brexit, Parlamento da Escócia, Parlamento britânico, Ipsos, União Europeia, Nicola Sturgeon, Theresa May, Escócia, Londres, Bruxelas, Reino Unido
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik