14:09 21 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Radicais ucranianos durante protestos em Kiev, 22 de fevereiro, 2017

    'Nem um passo atrás': radicais não planejam levantar bloqueio de Donbass

    © Sputnik / Aleksei Vovk
    Europa
    URL curta
    Bloqueio de Donbass (19)
    7115
    Nos siga no

    Os organizadores do bloqueio econômico de Donbass declararam que este continuará até sejam cumpridas suas principais exigências.

    "O estado-maior do bloqueio do comércio com os ocupantes lembra que o bloqueio por parte dos patriotas e veteranos da guerra, pela independência e sociedade civil, continuará até que os prisioneiros sejam liberados e seja aprovada a lei ‘dos territórios ocupados'. Nem um passo atrás!", informa o estado-maior na sua página no Facebook.

    Anteriormente, o Concelho de Segurança Nacional da Ucrânia havia deliberado suspender o transporte de mercadorias com os territórios não controlados por Kiev. O governo ucraniano explicou que esse passo é necessário para "proteger os interesses nacionais da Ucrânia devido ao agravamento da situação na zona de conflito". O premiê francês, Jean-Marc Ayrault, e representantes do Departamento de Estado dos EUA se manifestaram a favor do levantamento do bloqueio de Donbass o mais rápido possível.

    Algum tempo depois o presidente ucraniano, Pyotr Poroshenko, reconheceu ter sido enganado pelos organizadores do bloqueio e que a Ucrânia perdeu toda sua influência em Donbass devido às restrições.

    Tema:
    Bloqueio de Donbass (19)

    Mais:

    Por que Kiev esconde o número real de seus soldados mortos em Donbass?
    Sucessor do famoso miliciano Motorola promete arrebatar Donbass da Ucrânia
    Tentativa de avanço da Ucrânia sobre Donbass: 10 militares morreram
    Tags:
    bloqueio econômico, radicais ucranianos, Pyotr Poroshenko, Donbass, Ucrânia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar