11:57 18 Novembro 2017
Ouvir Rádio
    O emblema do G8

    Itália quer ver a Rússia no G8 já no ano que vem

    © AP Photo/ Sergey Ponomarev
    Europa
    URL curta
    2199873

    Roma espera que Moscou volte ao formato do G8 no próximo ano, o que dependerá da implementação dos acordos de Minsk, disse o ministro de Relações Exteriores italiano, Angelino Alfano, a jornalistas em Washington nesta terça-feira.

    A próxima cúpula do G7 acontecerá na Sicília, Itália, de 26 a 27 de maio.

    "Para superar as sanções, precisamos implementar o acordo de Minsk, e precisamos fazer qualquer esforço para implementar este acordo. Espero que o G7 em Taormina seja o último G7 e o próximo [seja] o G8", afirmou Alfano.

    A adesão de Moscou ao grupo das principais economias transformou o G7 no Grupo dos Oito (G8), o Grupo dos Oito (G8).

    Em 2014, os membros do G8 se recusaram a comparecer à cidade de Sochi, no sudoeste do país, sede da cúpula regular do G8, citando desacordos sobre a crise ucraniana e se reunindo no formato de sete estados desde então.

    O ministro russo das Relações Exteriores, Sergei Lavrov, disse repetidamente que Moscou não pretende tomar medidas para voltar ao grupo do G8. Em janeiro, Peskov disse que a questão da restauração do formato G8 com a participação da Rússia não está em discussão em Moscou e a Rússia prioriza o trabalho no formato G20.

    Mais:

    Mídia: Alemanha não quer a Rússia de volta ao G8
    Kremlin: G8 e G7 são formatos ineficazes
    Tags:
    Cúpula do G20, G7, G8, Angelino Alfano, Dmitry Peskov, Sergei Lavrov, Itália, Sicília, Taormina, Moscou, Sochi
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik