20:31 16 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Bombeiros estadunidenses ajudam seu colega que tinha coletado amostras de um objeto que supostamente continha esporos de antraz. Foto de 2012.

    Ameaça biológica: tribunal na Polônia recebe pacote com antraz

    © AP Photo/ Rick Bowmer
    Europa
    URL curta
    0 90

    Cerca de 180 pessoas foram evacuadas do palácio da justiça da cidade polonesa de Koszalin por causa de uma encomenda suspeita.

    De acordo com relatos citados pela televisão da Polônia, uma carta informava que o mesmo continha antraz. Havia também outros pacotes que conteriam explosivos, segundo a mesma mensagem.

    Ao ser aberta, se descobriu que a primeira encomenda continha um pó branco. Nove funcionários do palácio da justiça e dois agentes policiais foram hospitalizados durante a análise da substância.

    "Unidades de proteção química e também quatro equipes de bombeiros estão no local", anunciou o capitão Bartlomiej Goral, porta-voz da polícia.

    O tribunal foi encerrado temporariamente, as ruas adjacentes foram bloqueadas.

    Na semana passada, pacotes explosivos foram enviados ao Ministério das Finanças da Alemanha em Berlim e à sede do Fundo Monetário Internacional (FMI) em Paris. Este último feriu levemente uma pessoa ao ser aberto.

    O antraz ficou internacionalmente conhecido como arma biológica em 2001, quando uma série de envelopes contaminados foram enviados a políticos e jornalistas estadunidenses uma semana depois do atentado de 11 de setembro. O antraz voltou às manchetes em 2015, quando o mundo ficou escandalizado com a notícia de envio "por engano" de antraz dos EUA para vários laboratórios do mundo.

    Esta foto de 5 de dezembro de 2001 mostra um especialista do laboratório de pesquisa biomédica de Fort Detrick, do Exército dos EUA, abrindo uma carta dirigida ao senador Patrick Leahy, de Vermont, achada na seção de correspondência recebida do Congresso em 16 de novembro de 2001
    © AFP 2017/ Fort Detrick, Estados Unidos
    Esta foto de 5 de dezembro de 2001 mostra um especialista do laboratório de pesquisa biomédica de Fort Detrick, do Exército dos EUA, abrindo uma carta dirigida ao senador Patrick Leahy, de Vermont, achada na seção de correspondência recebida do Congresso em 16 de novembro de 2001

    Mais:

    Homem preso junto ao Congresso dos EUA garante estar infectado com antraz
    Pyongyang acusa EUA de promover ataque de antraz contra a Coreia do Norte
    Tags:
    antraz, ataque, Polônia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik