15:02 19 Fevereiro 2020
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    12236
    Nos siga no

    A líder da Croácia, Kolinda Gravar-Kitarovic, realizou uma visita inesperada à base da Força Aérea croata localizada perto da capital do país. A presidente queria ver com seus próprios olhos as condições em que estavam os aviões MiG-21 adquiridos e reparados na Ucrânia, segundo informou o gabinete da presidente.

    "Após conversar com os pilotos e inspecionar a situação, a presidente e comandante suprema se sentiu preocupada com a condição em que estão os recursos materiais, em especial, os aviões MiG-21", diz o comunicado divulgado.

    Além disso, a nota destaca a importância de os aviões da Força Aérea da Croácia estarem perfeitamente preparados para entrar em ação a qualquer momento.

    A líder prometeu promover "a modernização dos recursos materiais" e insistiu na compra de novos aviões de combate em 2017.

    Kolinda Gravar-Kitarovic também destacou a coragem dos pilotos "no cumprimento diário da missão de proteção do céu e do território da Croácia".

    Em março, Mirko Shundov, chefe do Estado-Maior General da Croácia, apresentou à comandante suprema um relatório sobre as falhas técnicas de 8 dos 12 caças MiG-21 de que dispõe o exército do país. Além disso, um dos quatro aviões que ainda eram capazes de decolar falhou no ar, e só graças ao profissionalismo do piloto se conseguiu evitar o acidente.

    Segundo a imprensa croata, o relatório do general Shundov informa que, desde que os aviões tinham sido reparados na Ucrânia em 2015, foram registradas inúmeras falhas nos sistemas hidráulicos, de navegação e de comunicações.

    Mais:

    Kiev satisfeita com fornecimento de armas dos EUA
    Não haverá isso: Ucrânia nunca obterá estatuto nuclear
    Tags:
    caça, MiG-21, Ucrânia, Croácia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar