20:48 12 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Ex-ministro da Economia e candidato independente à presidência francesa, Emmanuel Macron

    Macron diz que vitória de Rutte na Holanda mostra que os extremistas podem ser derrotados

    © REUTERS / Philippe Wojazer
    Europa
    URL curta
    932
    Nos siga no

    A vitória do primeiro-ministro holandês Mark Rutte e do seu Partido Popular Liberal e Democrata de centro-direita sobre o Partido para a Liberdade prova que os extremistas podem ser derrotados, disse o candidato presidencial francês, Emmanuel Macron, nesta quinta-feira.

    Mark Rutte, primeiro-ministro da Holanda (arquivo)
    © AFP 2019 / MARTIJN BEEKMAN / ANP
    Os dados mais recentes sugerem que, com 97 por cento dos votos contados, o partido de Rutte terá 33 assentos dos 150 na câmara baixa, enquanto os seus principais concorrentes do Partido para a Liberdade terão 20.

    "Eu acredito que Mark Rutte apenas destacou o fato de que quando você apresenta um discurso claro, quando você explica o que você faz, e quais são as suas limitações e do seu país, você pode derrotar os extremistas", disse Macron aos jornalistas, segundo a emissora Deutsche Welle.

    Ele acrescentou que, no entanto, não poderia haver nenhuma comparação direta entre a França e os Países Baixos.

    O primeiro turno da eleição francesa está marcado para 23 de abril, O segundo turno, se acontecer, deverá ocorrer em 7 de maio.

    Mais:

    Eleições na França: Le Pen despenca nas pesquisas e pode perder para Macron já no 1º turno
    França: Bayrou desiste da presidência e firma aliança com Macron
    Ex-ministro da Economia, Emmanuel Macron lança candidatura à presidência na França
    Tags:
    eleições, Emmanuel Macron, Mark Rutte, Holanda, França
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar