08:31 28 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    006
    Nos siga no

    Dois assessores diretos da presidente da Frente Nacional, Marine Le Pen, foram denunciados ontem, 22, pelo Ministério Público Francês sob a acusação de prestar trabalhos fictícios para a candidata de extrema direita durante o período dela no Parlamento Europeu.

    O guarda-costas Thierry Légier e a assistente Catherine Griset eram remunerados pelo Legislativo europeu em Estrasburgo e prestavam serviços ao partido nos arredores de Paris.

    Para advogados da Frente Nacional, a ação do MP francês busca “perturbar o bom desenrolar da campanha eleitoral presidencial”. O Parlamento Europeu, por sua vez, exige o reembolso do valor pago aos funcionários e já anunciou que vai bloquear parte do salário de Le Pen.

    Ela se nega a aceitar a ação dos parlamentares e nega o envolvimento em corrupção. Le Pen tem os maiores índices de intenção de voto no primeiro turno das eleições francesas, mas pesquisa divulgada hoje mostra que ela perderia o 2º turno para o esquerdista Emmanuel Macron.

    Tags:
    França, Thierry Légier, Catherine Griset, Emmanuel Macron, Marine Le Pen, Parlamento Europeu, Frente Nacional
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar