14:58 24 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Ruínas e fumaça no distrito católico de Ardoyne, em Belfast, Irlanda do Norte (arquivo)

    Polícia de Belfast encontra bombas e munições pertencentes a grupo separatista

    © East News / KEYSTONE Pictures USA / eyevine
    Europa
    URL curta
    120

    A polícia da Irlanda do Norte afirmou nesta terça-feira ter encontrado cinco bombas caseiras e certa quantidade de munição que pertenceriam a membros do Exército de Libertação Nacional Irlandês, o INLA, que, oficialmente, já abandonou a luta armada há quase duas décadas.

    De acordo com o inspetor Pete Mullan, citado pela Associated Press, o material estava em uma residência localizada em um distrito católico do oeste de Belfast, capital do país. No local, segundo os detetives, havia uma espécie de depósito de armas do grupo separatista. Para Mullan, os responsáveis pelas bombas tinham apenas um objetivo em mente: "matar e ferir pessoas". 

    Formado em 1974 por antigos membros do Exército Republicano Irlandês (IRA), o Exército de Libertação Nacional Irlandês pregava o uso da força como forma de promover a independência da Irlanda do Norte do Reino Unido e a posterior criação de uma república socialista englobando as duas Irlandas. Em 1998, no entanto, o grupo anunciou um cessar-fogo e, em 2010, alegando que apostaria apenas na via política como meio de alcançar seu objetivo, informou que havia desmantelado todo o seu arsenal, o que foi confirmado na ocasião pelas autoridades envolvidas no processo de paz.

    Mais:

    Brexit é apressado por França e Irlanda
    PIB da Irlanda tem crescimento recorde de 26,3%
    Irlanda adota patrulhas armadas apesar de descartar ameaças terroristas
    Tags:
    Associated Press, INLA, Ira, Pete Mullan, Irlanda, Reino Unido, Irlanda do Norte, Belfast
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar