21:50 14 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    301
    Nos siga no

    Autoridades europeias têm reagido com preocupação quanto à escalada militar no conflito de Donbass, na Ucrânia. Neste sábado, foi a vez do vice-coordenador da missão especial da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE) na Ucrânia se manifestar sobre o tema.

    Segundo Alexander Hug, embora a situação tenha melhorado sensivelmente, ainda há motivos para se manter alerto.

    "A quantidade de violações diminuiu nos últimos dias, mas continua sendo inadmissivelmente elevada", afirmou, informando ainda que desde o dia 29 de janeiro até a última quinta-feira (9), nove civis morreram e outros 41 ficaram feridos em decorrência do conflito.

    Enquanto isso, relatos de violações de direitos civis e humanos não param de chegar da Ucrânia. Na manhã de hoje, moradores de Lugansk relataram que tiveram suas casas invadidas por militares ucranianos.

    De acordo com o representante oficial da milícia da república autoproclamada de Lugansk, já foram reportadas 15 denúncias de pilhagem e ocupação indevida de residências civis por forças governamentais.

    Mais:

    Forbes explica por que Ucrânia teme tanto o gasoduto Nord Stream 2
    Ucrânia irá realizar exercícios com fogo real de sistemas de mísseis Buk perto da Crimeia
    Continuam discussões sobre concessão de armas letais americanas à Ucrânia, diz Kiev
    Tags:
    OSCE, Organização para a Segurança e Cooperação na Europa, Alexander Hug, Ucrânia, Donbass, Lugansk
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar