06:52 13 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Soldados holandeses durante cerimônia de boas-vindas ao batalhão alemão a ser deslocado para a Lituânia como parte das medidas de contenção da Rússia, 7 de fevereiro de 2017

    'Resposta à OTAN': por que Rússia precisou realizar inspeção da sua Força Aeroespacial?

    © REUTERS/ Ints Kalnins
    Europa
    URL curta
    8241

    A Rússia teve que fazer uma inspeção repentina do poder de resposta da Força Aeroespacial como resposta às ameaças da OTAN, opina o jornalista russo Aleksandr Khrolenko.

    Entrevistado pela Sputnik, Khrolenko destacou que essa medida é uma "resposta necessária e apropriada".

    "Parece que a prontidão permanente de combate seja suficiente, enquanto 2.700 exercícios militares programados pelo Ministério da Defesa russo em 2017 é um número bem alto", sublinhou.

    "Porém, as tropas americanas estão sendo deslocadas para os Países Bálticos nesse momento, a uma área situada a 200 quilômetros de São Petersburgo. Caças da OTAN estão realizando voos de treino na Estônia a 150 metros de altitude", observou o jornalista.

    Segundo Khrolenko, "esse estardalhaço no Báltico, exercícios no mar Negro e o reforço da OTAN significam que as Forças Armadas dos territórios situados longe da Rússia estão tentando criar um cerco na fronteira ocidental do país".

    Assim, na opinião do jornalista, a Rússia se encontra em uma situação cada vez mais instável em termos de segurança. Segundo ele, a violência que continua na Ucrânia é mais uma razão para se preocupar.

    Desde meados de 2014, oficiais e especialistas russos tratam cautelosamente a retórica hostil da OTAN contra Moscou e a crescente presença militar da Aliança na Europa Oriental e nos Países Bálticos. A Rússia reiterou várias vezes que essa demonstração de músculos representa ameaça não apenas para o país, como também para segurança e estabilidade regionais.

    Mais:

    Bom-senso prevaleceu: OTAN adia deslocamento de armas na Ucrânia para não provocar Rússia
    A União Europeia precisa da OTAN e dos EUA para se defender? E contra quem?
    Tags:
    ameaça, fronteiras russas, caças, exercícios militares, Ministério da Defesa (Rússia), OTAN, Países Bálticos, Ucrânia, São Petersburgo, mar Negro, Estônia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik