01:09 23 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    6112
    Nos siga no

    Rodrigo Duterte enviou uma delegação para avaliar o estado de corvetas na Marinha e no Arsenal do Alfeite. Segundo o DN Portugal, citando fontes anônimas, a natureza da visita pode indicar que os filipinos têm interesse em comprar os navios ainda em atividade.

    De acordo com o MaxDefense, um blog especialista na defesa filipina, a equipe de técnicos recomendou a compra ao presidente, que tenta renovar a frota do país. Os navios filipinos datam da Segunda Guerra Mundial. Além das novas aquisições, Duterte pretende construir de seis a nove patrulhas.

    A venda pode casar com os interesses portugueses, já que o país pretende alienar as corvetas (fabricadas no início dos anos 70) como parte do processo de modernização das Forças Armadas. A renovação da esquadra, segundo o DN, está sendo realizada com patrulhas costeiros e oceânicos. Caso as Filipinas comprassem realmente os equipamentos, sua reforma poderia se dar no próprio Arsenal do Alfeite, estaleiro com experiência em reparação naval.

    O Ministério da Defesa Nacional português nega a venda, informando que as corvetas analisadas seguem em operação e serão desativadas entre 2020 e 2022. A pasta diz ainda que não fixou valores para a transação envolvendo o maquinário da Marinha portuguesa.

    Mais:

    Duterte espera que Rússia se torne aliada e protetora das Filipinas
    Rússia está disposta a fornecer armamentos mais modernos às Filipinas
    Tags:
    Segunda Guerra Mundial, MaxDefense, Ministério da Defesa Nacional de Portugal, DN Notícias, Forças Armadas de Portugal, Arsenal do Alfeite, Rodrigo Duterte, Portugal, Filipinas
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar