04:01 18 Julho 2018
Ouvir Rádio
    Reunião do grupo parlamentar Europa das Nações e das Liberdades no Parlamento Europeu em Coblença (Alemanha) - Marcus Pretzell, Geert Wilders, Frauke Petry e Marine Le Pen

    Como a direita europeia vê relações com a Rússia?

    © Sputnik /
    Europa
    URL curta
    390

    No sábado (21), os líderes dos partidos que fazem parte do grupo parlamentar Europa das Nações e das Liberdades no Parlamento Europeu se encontraram em Coblença (Alemanha) para trocar ideias sobre os eventos políticos em curso no mundo.

    Durante a última reunião dos partidos da ENL foi também discutido o tema das relações com a Rússia. Muitos acrescentaram que os laços com a Rússia têm grande significado para a Europa.

    "Nós representamos aqui os povos da Europa. Adoramos a paz. Nós podemos estar satisfeitos por o novo presidente dos EUA procurar oportunidades de aproximação com a Rússia. A situação que temos observado até hoje criava preocupações muito sérias. Não esqueçamos de que a Europa se situa entre a Rússia e os EUA", proclamou Marine Le Pen, a líder do partido francês Frente Nacional e presidente do grupo parlamentar ENL.

    Outros políticos do grupo parlamentar também se manifestaram a favor da paz com a Rússia.

    "Por que é que falamos sobre a Rússia? Porque a Rússia faz parte da Europa. Temos que cuidar de nós próprios e de nossos países", acrescentou Tomio Okamura, da República Tcheca quem é ainda um novato no grupo ENL, falando na coletiva de imprensa.

    O chefe do departamento regional da Renânia do Norte-Vestfália do partido Alternativa para Alemanha Marcus Pretzell comunicou que saúda a intenção de Putin de criar uma união econômica europeia de Lisboa a Vladivostok.

    "Eu levaria as coisas ainda mais longe. E porque não de Vladivostok a Anchorage (estado do Alasca, EUA)? Se estamos realizando comércio livre, precisamos de um acordo muito flexível de comércio livre que pode se limitar ao cancelamento das tarifas aduaneiras", adiantou Pretzell.

    Ele também acrescentou que considera possível discutir essa questão mesmo com um presidente dos EUA como Donald Trump.

    Mais:

    Marine Le Pen: 'É necessário cooperar com Rússia para fortalecer a Europa'
    'Crise de identidade leva a Europa a fazer acusações graves e infundadas à Rússia'
    Tags:
    laços, discussão, opinião, relações, cooperação, política, reunião, Parlamento Europeu, Marine Le Pen, República Tcheca, Europa, Alemanha, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik