18:08 07 Abril 2020
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    205
    Nos siga no

    Joe Biden, no seu último discurso no cargo de vice-presidente dos EUA, chamou a Rússia de maior ameaça à ordem mundial e destacou que Washington deve cooperar com Europa para fazer frente à influência russa na região.

    Ele destacou que a sob a presidência de Vladimir Putin a Rússia usa todas medidas possíveis para "neutralizar o vigor do projeto europeu, testar as falhas das nações ocidentais e retornar a uma política definida pelas esferas de influência".

    "Com muitos países na Europa prestes a realizar eleições neste ano, devemos esperar novas tentativas da Rússia de se intrometer no processo democrático. Isso vai acontecer novamente, garanto. E novamente o propósito é claro: destruir a ordem liberal internacional", disse Biden ao jornal New York Times.

    Biden sublinhou que a proteção da ordem liberal internacional exige a resistência à desintegração europeia e a insistência em uma Europa livre e unida.

    "Isso significa lutar pela União Europeia, uma das organizações mais vibrantes e consequentes na Terra", acrescentou vice-presidente dos EUA.

    Mais:

    Vice-presidente Biden chorando vira meme nas redes sociais
    Biden: Trump deve cooperar com a Rússia, mas com ressalvas
    Bloomberg: vida da Ucrânia será difícil sem Tio Sam e 'tio Joe' Biden
    Tags:
    influência, União Europeia, Vladimir Putin, Joe Biden, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar