12:34 09 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    0 0 0
    Nos siga no

    Paolo Gentiloni se mostrou descontente com a forma como a UE trata questões fiscais e imigratórias.

    O primeiro-ministro da Itália, Paolo Gentiloni, criticou a União Europeia nesta quarta-feira pela desproporcionalidade em questões trazidas pelos países membros do bloco.

    Para ele, a UE é muito rígida em relação a políticas ficais, mas é tolerante sobre questões migratórias. Para ele, trata-se de "dois pesos e duas medidas".

    "Não podemos dar a impressão de que, em um mar tempestuoso, a UE age como um pequeno barco, adotando uma flexibilidade em correntes alternadas: muito rígida nos orçamentos fiscais, e muito relaxada em outras questões importantes, como a migração", disse Gentiloni após uma reunião com a chanceler alemã, Angela Merkel, realizada em Berlim.

    A declaração repercute um pedido da Comissão Europeia à UE feito ontem. A Comissão quer que o bloco que reduza o seu déficit orçamentário e se torne mais tolerante com o fluxo imigratório recente.

    Tags:
    União Europeia, Comissão Europeia, Angela Merkel, Paolo Gentiloni, Berlim, Itália
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar