08:04 31 Março 2020
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    106
    Nos siga no

    O chefe do Comitê Militar da OTAN, general Petr Pavel, declarou que não vê razões para esperar alterações nas relações entre a Aliança Atlântica e a Ucrânia após a nova Administração dos EUA começar a funcionar; a OTAN continuará apoiando a Ucrânia aumentando sua capacidade de defesa.

    "Não há razões para pensar que a nossa posição em relação à Ucrânia seja alterada. Estamos trabalhando com os nossos parceiros ucranianos aumentando sua capacidade de defesa realizando programas de treinamentos militares, trabalhando no [nosso] grupo de comunicação e no pacote de apoio à Ucrânia", afirmou Pavel aos jornalistas, respondendo à pergunta se a política ucraniana da OTAN irá mudar após a posse de Trump.

    O chefe do Comitê Militar da Aliança Atlântica apontou que a OTAN "irá continuar esse processo" de apoio.

    Mais:

    Deputado alemão: OTAN se tornou obsoleta e apenas agrava crises
    Estônia espera que EUA mantenham tropas na Europa com Trump
    OTAN não é bem-vinda: Rússia e China podem garantir neutralidade militar da Sérvia?
    'OTAN muçulmana' em sua forma atual está condenada ao fracasso, diz especialista
    Hollande criticou declarações de Trump sobre UE e OTAN
    Tags:
    política externa, apoio militar, posição, alterações, capacidade militar, relações estratégicas, posse, administração, OTAN, Petr Pavel, Donald Trump, Europa, Ucrânia, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar