21:12 17 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Marine Le Pen, líder do partido Frente Nacional da França

    Le Pen pode ser proibida de visitar Ucrânia

    © REUTERS/ Charles Platiau
    Europa
    URL curta
    1116

    Serviço de Segurança da Ucrânia (SBU) enviou um pedido à chancelaria do país para que seja proibida a entrada no território do país de Marine Le Pen, candidata presidencial francesa, devido a suas declarações recentes sobre a legitimidade da reunificação da Crimeia com a Rússia.

    Na terça-feira (3), Marine Le Pen disse em uma entrevista que não considera ilegítima a reunificação da península com a Rússia. Aleksandr Tkatchuk, chefe do Serviço da Segurança da Ucrânia, declarou que à chancelaria tinha sido enviado um pedido visando proibir a entrada de Le Pen na Ucrânia.

    Segundo ele, as palavras da candidata presidencial "contrariam os interesses da Ucrânia e devem ter consequências".

    O representante de Le Pen, por sua vez, respondeu que ela nunca teve a intenção de visitar a Ucrânia.

    "De qualquer maneira ela não tinha intenções de ir lá. O assunto será discutido ao nível diplomático quando ela for presidente da França", disse o representante à Reuters.

    Mais:

    França: Pesquisa prevê segundo turno só com a direita e vitória de Fillon sobre Le Pen
    Marine Le Pen: 'É necessário cooperar com Rússia para fortalecer a Europa'
    NYT avalia chances de Marine Le Pen repetir triunfo de Trump
    Tags:
    proibição, visita oficial, Serviço de Segurança da Ucrânia (SBU), Marine Le Pen, Crimeia, Ucrânia, França
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik