09:06 14 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Manifestante jogando pedra na praça Maidan em Kiev, Ucrânia, 19 de fevereiro de 2014

    Tribunal de Moscou reconhece eventos em Kiev em 2014 como golpe de Estado

    © Sputnik / Andrei Stenin
    Europa
    URL curta
    37182

    Tribunal Dorogomilovsky de Moscou reconheceu os acontecimentos de 2014 na Ucrânia como um golpe de Estado, de acordo com um correspondente da RIA Novosti.

    O Tribunal Dorogomilovsky de Moscou apoiou a demanda judicial do ex-legislador ucraniano, Volodymyr Oliynyk, e reconheceu os eventos de 2014 na Ucrânia como um golpe de Estado, informou um correspondente da RIA Novosti nesta terça-feira (27).

    No decorrer do processo, a juiza Anna Shipikova questionou ex-altos funcionários da Ucrânia, que chefiavam a administração presidencial, a Procuradoria Geral, o Ministério do Interior e o Serviço de Segurança do país. Todas as testemunhas afirmaram que consideram inequivocamente os acontecimentos ocorridos em Kiev em 2014 como um golpe inconstitucional.

    Eles afirmaram que a União Europeia ameaçou mudar o poder na Ucrânia em caso de recusa em assinar o acordo de associação com a UE. Por sua vez, o ex-chefe do Serviço de Segurança da Ucrânia (SBU), Oleksandr Yakimenko, disse no tribunal que todos os eventos em Maidan Nezalezhnosti (Praça da Independência) tinham sido liderados por funcionários dos EUA.

    Mais:

    Secretário-geral da ONU saúda cessar-fogo de natal no leste da Ucrânia
    Ucrânia anuncia cessar-fogo a partir da noite de Natal
    Material militar americano se rebela e não funciona na Ucrânia
    Ex-presidente da Ucrânia Yanukovich se prepara para testemunhar no caso Maidan
    Tags:
    golpe de Estado, independência, Serviço de Segurança da Ucrânia (SBU), RIA Novosti, União Europeia, UE, Kiev, Ucrânia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik