15:50 19 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    202
    Nos siga no

    O Ministério do Interior da Alemanha confirmou a descoberta de impressões digitais do suspeito pelo atentado de Berlim na cabine do caminhão utilizado para atropelar dezenas de pessoas no início desta semana.

    A informação já havia sido veiculada mais cedo por órgãos de imprensa do país. O principal suspeito do ataque é o jovem tunisiano Anis Amri, um imigrante que estava para ser deportado mas acabou ficando mais tempo na Alemanha por falta de documentos necessários. 

    "Nós podemos dizer hoje que temos novas informações de que o suspeito é muito provavelmente o real autor", declarou o ministro do Interior, Thomas de Maiziere. "Na cabine do motorista, foram encontradas impressões digitais e há evidências adicionais que apoiam isso", acrescentou. 

    Na última segunda-feira, um caminhão invadiu a feira natalina na praça de Breitscheidplatz, em Berlim, matando 12 pessoas e deixando mais de 40 feridos. Ontem, a Procuradoria da Alemanha ofereceu uma recompensa no valor de 100 mil euros por informações que possam levar à captura de Amri, que está sendo procurado por toda a Europa. 

    Mais:

    Vice-premiê tcheco culpa Merkel pelo atentado em Berlim
    Daesh assume autoria pelo atentado com caminhão em Berlim
    Tragédia em Berlim pode ser comparada com atentado terrorista em Nice
    Berlim amanhece depois do atentado (VÍDEO)
    Tags:
    ataque, caminhão, Anis Amri, Thomas de Maiziere, Europa, Breitscheidplatz, Alemanha, Berlim
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar