10:02 20 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Parlamento alemão Bundestag em Berlin, Alemanha (foto de arquivo)

    Mídia alemã: Fonte no Bundestag, e não 'hackers russos', vazou documentos ao Wikileaks

    © AFP 2017/ Adam Berry
    Europa
    URL curta
    72012180

    Quem forneceu ao WikiLeaks os documentos secretos sobre as práticas de vigilância em massa das autoridades alemãs não foram hackers russos, mas uma fonte no parlamento alemão, segundo relata a mídia local neste sábado (17).

    Na semana passada, o jornal alemão Frankfurter Allgemeine relatou, citando um funcionário do serviço de inteligência alemão (Bundesnachrichtendienst, ou BND), que havia alta probabilidade de que os documentos publicados pelo WikiLeaks em 1º de dezembro tivessem sido roubados como resultado de um ataque cibernético da Rússia na primavera de 2015.

    Neste sábado, o jornal disse, citando matéria exclusiva da revista Spiegel, que o BND agora suspeita de um funcionário do parlamento alemão no vazamento dos documentos para o WikiLeaks. Um representante do parlamento confirmou em entrevista à Spiegel que uma investigação sobre a violação do caráter secreto e não-divulgável das informações classificadas foi aberta.

    Em 1º de dezembro, o WikiLeaks divulgou cerca de 2.500 documentos secretos sobre a vigilância maciça conduzida pelas agências de espionagem dos EUA e da Alemanha. O vazamento ocorreu em meio à investigação do parlamento alemão no escândalo de espionagem da Agência Nacional de Segurança dos EUA (NSA, na sigla em inglês), que emergiu depois que o denunciante Edward Snowden disse a jornalistas que o BND espionava cidadãos alemães pela NSA.

    Mais:

    Deputado alemão se opõe às sanções contra Rússia por causa da Síria
    'Como permitimos que isso acontecesse?': midía alemã fala da supremacia militar da Rússia
    Ministra da Defesa alemã pede que Trump tome postura firme sobre Rússia
    Deputado do Bundestag: Alemanha apoia o jihadismo na Síria
    'Eleições russas' e a luta contra notícias falsas na Alemanha
    Tags:
    espionagem, vigilância, documentos secretos, vazamento, hackers, Agência Nacional de Segurança (NSA), BND, Frankfurter Allgemeine, Spiegel, WikiLeaks, Edward Snowden, EUA, Rússia, Alemanha
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik