21:17 21 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    002
    Nos siga no

    Os resgatados estavam à deriva em seus botes e uma barcaça. Só neste ano, 4715 pessoas já morreram na tentativa de cruzar o Mediterrâneo para chegar à Europa.

    A Guarda Costeira da Itália resgatou 1.164 imigrantes e recuperou seis corpos no Mediterrâneo. Os imigrantes estavam à deriva no mar na tentativa de chegar à Europa.

    Em comunicado, a Guarda informou que eles foram socorridos em sete operações coordenadas pela Central Operacional da Guarda Costeira de Roma e estavam em seis botes e uma barcaça. 

    A operação foi resultado de uma parceria entre o Médicos sem Fronteiras, a Marinha Militar italiana e um navio da EunavforMed, que patrulha o Mediterrâneo. Eles serão levados para centros de apoio a refugiados e hospitais locais.

    Mais:

    Anistia Internacional recomenda que Brasil ajude refugiados da América Central
    Refugiados organizaram ‘motim’ em centro de detenção temporária na Espanha
    Bote vira no Mediterrâneo e 100 refugiados vindos da Líbia estão desaparecidos
    Refugiados: futuro secretário-geral da ONU critica Europa
    Tags:
    Mar Mediterrâneo, Europa, Guarda Costeira de Roma, Guarda Costeira da Itália, Central Operacional da Guarda Costeira de Roma, Médicos Sem fronteiras, Marinha da Itália, EunavforMed
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar