07:13 04 Agosto 2021
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    8102
    Nos siga no

    A Marinha do Reino Unido tem um número "catastroficamente pequeno" de navios à sua disposição e pode enfrentar ainda mais problemas se o governo não acelerar a elaboração de planos de modernização da frota, informou o The Guardian.

    O presidente do comitê parlamentar para assuntos da defesa, Julian Lewis, informou que o Ministério da Defesa arrisca deixar o país somente com 19 destroiéres e fragatas, um "número muitíssimo pequeno". A diminuição deste número em pelos menos uma unidade, mesmo por período breve, será "absolutamente inaceitável" e fará com que o Reino Unido fique vulnerável para ameaças externas, considera o político.

    "Notificamos o Ministério da Defesa que não devem deixar isso acontecer", citou o The Guardian as palavras de Lewis, destacando que cerca de 13 navios serão declarados obsoletos entre 2023 e 2035.

    Segundo membros do comitê parlamentar, permanece uma incerteza em relação aos planos de substituição de navios obsoletos até 2035.

    Mais:

    Ministro da Defesa russo: fragata Admiral Grigorovich lançou mísseis contra alvos na Síria
    Comandante da Marinha da OTAN: Moscou não é inimigo, estamos tentado entender a Rússia
    Caça Su-30SM recém-construído para a Marinha russa faz seu primeiro voo na Sibéria (VÍDEO)
    Submarino Veliky Novgorod é entregue à Marinha russa
    Tags:
    Reino Unido, navios, poderio, parlamento
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar